terça-feira, 7 de abril de 2009

HOMEM LIVRE


Homem livre
tu amas as alturas
detestas a linguagem empresarial
dos mercadores
fazes-te ao palco
amas a palavra

homem livre,
tu queres criar
foges ao rebanho
odeias a multidão
não suportas a mesquinhez
do homem pequeno

homem livre,
nada queres com o mercado
não usas o dinheiro
andas na corda-bamba
de um lado para o outro

homem livre,
tu amas a solidão
é nela que te encontras
não suportas que te peguem na mão

homem livre,
não nasceste para a vidinha
detestas a intriga
não vieste para a competição

homem livre,
a Terra é tua
constrói o teu reino
manda foder o rebanho!


"Motina", 31.3.2009

5 comentários:

M.midas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
apedroribeiro disse...

Obrigado. Não consegui aceder ao blog.

Claudia Sousa Dias disse...

és tu.


o essencial de A. Pedro Ribeiro

csd

M.midas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M.midas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.