terça-feira, 24 de março de 2009

GUARDA-SOL


Venho ao "Guarda-Sol"
e tenho a recepção entusiástica
do costume por parte de um dos empregados
que me veio falar do papel revolucionário
dos poetas
que a revolução começa nos poetas
e nos intelectuais
disse também que a minha escrita
faz falta
por outro lado, apareceu uma notícia
no "Jornal de Notícias"
a propósito do lançamento do livro
a dizer que eu sou o poeta
que está contra o rebanho e contra os merceeiros
o meu amigo Rui Sousa ofereceu-me um livro dele
os casais caminham na areia
a vida corre ás mil maravilhas
tenho que vir mais vezes à Póvoa.

Póvoa, Guarda-Sol, 24.3.2009

2 comentários:

Claudia Sousa Dias disse...

:-)

também acho. sobretudo se te faz bem.


csd

pedromorais disse...

o pecado original dos poetas e intelectuais é não serem verdadeiramente revolucionários...