terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O NOVO TEMPO


Atenas arde. Os partidos de esquerda e de extrema-esquerda podem ganhar as eleições na Grécia. As imposições do imperialismo alemão, da União Europeia e do FMI podem cair por terra. A liberdade está a passar por aqui. A revolução também. Tremem os estrategas da máquina e dos mercados, tremem os comentaristas do regime na televisão. O vosso capitalismo começa a desmoronar-se. Tremei, vociferai, esbracejai, ó guardiães da ordem estabelecida. Este é o nosso tempo. O vosso está a chegar ao fim.

3 comentários:

João Pé de Feijão disse...

¡Salud!

Aos novos tempos, pois...

João Pé de Feijão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
apedroribeiro disse...

abraço, companheiro.