sábado, 4 de julho de 2009

UM PRIMEIRO-MINISTRO PARA TODA A ETERNIDADE

Agora estou no "Ceuta"
e o "Ceuta" quase ás moscas
tenho de pagar o café
mas a vida é gratuita
deveria ser gratuita
como o ar que respiramos
ainda não temos de pagar o ar
há sítios onde até temos
de pagar para cagar
não aqui no "Ceuta"
este ainda é um café á antiga
apesar de estar quase ás moscas
o Carneiro esteve a contar-me
as suas proezas sexuais
e a falar-me das ninfomaníacas
e dos vibradores
os novos futebolistas
desaguam na Luz
todos os anos
desaguam novos futebolistas
para entreter os papalvos
todos os anos
novas promessas
vem aí as eleições
é sempre a mesma merda
o primeiro-ministro
tem dupla personalidade
agora é humilde
bondoso até
um santo homem
um homem que está
a pôr o país no rumo certo
uma homem que tem uma visão
um homem justo, honesto e virtuoso
acima de quaisquer suspeitas
um homem convicto que sabe o que quer
um homem que vai para o céu
que está entre os eleitos
um homem detentor de uma vasta cultura
um sábio
um profeta
só lhe falta ser poeta
um homem firme
que quer o bem de todos
que nos quer levar para o paraíso
um homem que se sacrifica
um homem que se esquece de si próprio
em prol do bem comum
um santo homem
um primeiro-ministro para toda a eternidade.

"Ceuta", 29.6.2009

3 comentários:

AF disse...

"A vida devia ser gratuita !"

Muito bom, caro APR !

AF disse...

"A vida devia ser gratuita !"

Muito bom, caro APR !

apedroribeiro disse...

obrigado, meu bom amigo e crítico.