sábado, 1 de novembro de 2008

TEXTO PARA O DIÁRIO


De vez em quando um gajo escreve algo de brilhante e é felicitado. De vez em quando vem a glória mas eu estou sem editor para os dois próximos livros: "Café Paraíso" e "Queimai (ou queimemos) o Dinheiro!". O segundo livro ainda não está pronto. Ainda tenho de seleccionar textos em prosa. Mas ainda estou vivo. O Joaquim Castro Caldas partiu, fez o que tinha a fazer, mas já não pode publicar mais. Eu posso. Sou visto como um dos representantes nacionais da poesia de combate. Este texto é mesmo de diário. Será publicado, se o for, postumamente. Para já fica no blog.

5 comentários:

Claudia Sousa Dias disse...

Não fales em postumamente...que é isso. recuso a morte, combato com ela como tu combates o capital...


beijinhos

CSd

apedroribeiro disse...

ai, claudinha...

Claudia Sousa Dias disse...

:-)



CSd

Luís Filipe Cristóvão disse...

Olá,

eu li o teu livro na objecto cardíaco e gostei bastante. podes enviar-me os inéditos para luisfilipecristovao at gmail.com para avaliar a possibilidade de os editar na Livrododia?

um abraço

apedroribeiro disse...

enviarei os inéditos, caro Luís Filipe.